Marcar Consulta
Alergia aos metais
A utilização de metais em tratamentos médicos e cirúrgicos é cada vez mais frequente.

Em Medicina Dentária as amálgamas e os materiais de implantologia e ortodontia são feitos de várias ligas metálicas.

As técnicas cirúrgicas de traumatologia e ortopedia têm muitas vezes de recorrer a próteses de ligas metálicas.

Os aparelhos intra-uterinos (DIU) têm metais na sua composição.

As tatuagens usam pigmentos metálicos como corantes.

Os metais usados têm sido considerados inertes e incapazes de interagir com o hospedeiro, mas nos últimos anos investigações na área da imunologia vieram demonstrar que algumas pessoas podem desenvolver alergia ou susceptibilidade a determinados metais. Essa intolerância está a ser cada vez mais claramente associada a manifestações alérgicas, síndrome inflamatórios generalizados, doenças degenerativas, doenças auto imunes, que começam a manifestar-se alguns meses após utilização médica de ligas metálicas.

O teste Melisa, uma técnica desenvolvida pela Prof. Dr. Vera Stenjskal, investigadora da Universidade de Upsala, Suécia, permite-nos diagnosticar e quantificar a reacção imunológica de susceptibilidade e alergia aos metais, possibilitando esclarecer a causa de algumas doenças crónicas inflamatórias e ou degenerativas.

No nosso consultório recomendamos a quem está perante a decisão de iniciar tratamentos de implantologia ou ortodontia, ou pondera a colocação de um DIU, o estudo prévio da sua reacção aos metais a usar. 

« voltar