Marcar Consulta
Nutrição Funcional

Blog Nutrição Funcional

Refrigerantes light e falta de peixe são prejudiciais para mamãs e bebés
Helena Santos
Refrigerantes light e falta de peixe são prejudiciais para mamãs e bebés
26 Março 2013

Um seminário sobre programação fetal que decorreu em Copenhaga, permitiu que investigadores australianos, ingleses, americanos e holandeses apresentassem as conclusões dos seus estudos.

Um dos estudos foi da autoria de investigadores do Centro de Programação Fetal e relacionou a ingestão de bebidas light e a pouca ingestão de peixe com alterações nas mamãs e nos seus bebés.

Avaliaram a alimentação de 50 mil grávidas e verificaram que as que nunca ou raramente comeram peixe nos primeiros 3 meses de gravidez, tinham o dobro da probabilidade de desenvolver pré-eclâmpsia (aumento da pressão arterial, edema e liberação de proteínas na urina).

Ainda se está a investigar se esta questão será por causa dos ácidos gordos ómega 3 ou por causa da vitamina D presente no peixe.

Um outro estudo mostrou que a ingestão de bebidas com adoçantes durante a gravidez aumentava em 30% o risco de asma até a criança fazer 7 anos. Foram seguidas 60 mil grávidas e os seus respectivos bebés.

Por outro lado este estudo mostrou que comer nozes na gravidez diminuir o risco da criança desenvolver a doença!

Por isso mamãs, lembrem-se dos peixes e das nozes e deixem de lado as bebidas light!


Gravidez e amamentação
Nutrição para a saúde
Publicado por:
Helena Santos
Partilhe

0 Comentários

Inserir Comentário

Entrar




Novo Utilizador?
Recuperar Password