Marcar Consulta
Nutrição Funcional

Blog Nutrição Funcional

Gisela Carrilho
Partes carbonizadas dos Alimentos pode agravar problemas cardíacos na Diabetes
26 Outubro 2012

Um estudo da Universidade de Illinois sugere evitar métodos de confecção que produzem crostas -  “partes queimados” nos alimentos -  especialmente para quem tem diabetes e está em maior risco de doença cardiovascular.


A dieta alimentar é uma fonte importante de produtos exógenos de glicação avançada (AGEs). O conteúdo de AGEs na dieta depende dos nutrientes dos alimentos e a forma como são preparados. São várias as evidências de que os métodos de confecção a altas temperaturas da carne - produz produtos finais de glicosilação (“Advanced glycation end products” – AGEs). Estes AGEs são proteínas híbridas aberrantes, alterando as suas estruturas e consequentemente, a sua funcionalidade. A acumulação de AGEs estimula a inflamação e o stress oxidativo e estão associados à formação de placa bacteriana, característica da doença cardiovascular.


Neste estudo foi comparado a ingestão de alimentos durante 10 dias em 2 grupos étnicos: os mexicanos (que têm maiores taxas de diabetes e um maior risco de complicações da doença) e não-hispânicos brancos.

Tendo-se verificado que as pessoas com maiores taxas de complicações cardiovasculares ingeriram maior quantidade desses produtos.Para cada aumento de unidade na ingestão de AGEs, um participante do estudo foi 3,7 vezes mais propensos a ter moderado a alto risco para doença cardiovascular.


Comentários

A forma como cozinhamos os alimentos têm um importante impacto na nossa saúde, podendo exercer potentes efeitos benéficos, mas também ser um factor desencadeante de doença. Por isso damos tanta importância ao que se passa na cozinha, pois podemos pôr em causa todo o esforço e dedicação colocados na selecção dos alimentos mais saudáveis. Por isso é necessário seguir regras básicas como as mencionadas abaixo:

- Nos assados, aqueça o forno a 200ºC, mas depois de introduzir o alimento, baixe a temperatura para os 150-180ºC (ou menos).
- Nos grelhados, afaste o alimento da fonte de calor ou controle a temperatura no termóstato (já incluído em muitos grelhadores).
- Prefira os cozidos, os estufados e as caldeiradas ou melhor ainda, os cozidos a vapor;

- Se saltear um alimento, faça-o rápido e a uma temperatura moderada.


Publicado por:
Gisela Carrilho
Partilhe

0 Comentários

Inserir Comentário

Entrar




Novo Utilizador?
Recuperar Password