Marcar Consulta
Nutrição Funcional

Blog Nutrição Funcional

Daniela Seabra
Níveis mais elevados de vitamina C associados a menor risco de complicações cardíacas
16 Novembro 2011
Segundo os investigadores da Faculdade de Medicina da Universidade da Coreia, uma menor ingestão de vitamina C está associada a um aumento dos valores de proteina C reactiva, um marcador de inflamação. Níveis elevados desta proteina C reactiva estão, desde há bastante tempo associados ao maior risco de complicações cardiacas. Estas conclusões foram apresentadas nas Sessões Científicas de 2011 da American Heart Association.

Os autores chamam ainda a atenção para o uso de diuréticos, pois aumentam a excreção urinária de vitamina C.  

Comentários: 
   - são cada vez mais as evidências sobre a forte componente oxidativa e inflamatória na doença cardiovascular. Ou seja, não adianta estarmos preocupados em apenas diminuir farmacologicamente os níveis de colesterol, se não controlarmos a inflamação e o stress oxidativo. 
  - preocupa-nos por isso o consumo cada vez maior de gorduras pró-inflamatórias, nomeadamente por quem julga estar a fazer uma prevenção cardiovascular. A maior fonte de gorduras pró-inflamatórias são os óleos refinados e as margarinas feitas a partir de óleos vegetais, como a soja, o girassol ou o milho.  
  - preocupa-nos também que com a idade o consumo de vitamina C tende a diminuir, principalmente pelos idosos sem dentição, ou alimentados a sonda, pois a maior fonte de vitamina C são as frutas e legumes crus... e nesta população as fontes alimentares de legumes e frutas tendem a ser cozinhadas, diminuindo a ingestão desta vitamina. 
  - preocupa-nos o uso de diuréticos nesta população, já carenciada em vitamina C. 
  




Prevenção cardiovascular
Publicado por:
Daniela Seabra
Partilhe

0 Comentários

Inserir Comentário

Entrar




Novo Utilizador?
Recuperar Password