Marcar Consulta
Nutrição Funcional

Blog Nutrição Funcional

Helena Santos
Exemplo de Nova Iorque: Proibir não adianta, informar sim!
23 Julho 2012

O presidente da Câmara de Nova York fez uma proposta para que se proibisse a venda de refrigerantes com mais de 500ml. É prática comum nos Estados Unidos, venderem-se bebidas com bem mais de meio litro de refrigerante, o que chega mesmo a ser assustador já que estamos a falar de bebidas para uma só pessoa.

Perante a possibilidade de proibição, a indústria revoltou-se e formou um grupo chamado “New Yorkers for beverage choices” que tem como objectivo impedir que a medida de restrição seja aceite. Muitos Nova Iorquinos que costumam ir muito ao cinema também se revoltaram, bem como as diferentes cadeias de cinemas/teatro/salas de espectáculo. Há uma campanha gigantesca à volta desta temática. Alguns locais de entretenimento só têm refrigerantes acima de 1 litro neste momento (e por mais 1 dólar pode levar 1litro e meio)! Uma das suas principais fontes de lucro são precisamente os refrigerantes.

(Ah, agora já se percebe a revolta, não é só porque temos o direito de poder escolher, é também porque assim lucram mais!)

Obviamente as atenções foram viradas da problemática da obesidade e do excesso de açúcar para o direito de escolha de cada um. E têm razão quando dizem que devem ter direito a escolher. Só temos pena que não façam as escolhas certas e que não se mobilizem tanto por outras causas. Causas que ajudem na educação alimentar das crianças que estão a crescer a ver os adultos que são os seus modelos, beber litradas de refrigerante diariamente e várias vezes ao dia.

O consumo excessivo de refrigerante e consequentemente de açúcar tem efectivamente efeitos nefastos na saúde, é preciso ter consciência disso e saber moderar as quantidades ingeridas dando preferência à água e sumos de fruta natural! Proibir não adianta, informar sim!

Nota:
imagem retirada daqui. As imagens representam refrigerantes de meio litro e de 1 litro.


Nutrição para a saúde
Obesidade
Publicado por:
Helena Santos
Partilhe

0 Comentários

Inserir Comentário

Entrar




Novo Utilizador?
Recuperar Password