Marcar Consulta
Nutrição Funcional

Blog Nutrição Funcional

Helena Santos
Excesso calórico prejudica a memória
16 Abril 2012

Este mês decorre o encontro anual da Academia Americana de Neurologia, em New Orleans. Neste encontro serão apresentados pela primeira vez diversos estudos, entre os quais, um que relaciona o excesso calórico com perda de memória.
Neste estudo caso-controlo foram avaliados cerca de 1200 indivíduos saudáveis e sem sinais de demência, com idades entre os 70 e 89 anos. A alimentação durante 1 ano foi avaliada através de questionários alimentares e no fim desse período cada indivíduo foi entrevistado para que peritos avaliassem a existência ou não de pequenas alterações cognitivas nomeadamente a nível da memória.
Após ajuste para idade, sexo, educação, depressão, genótipo da apolipoproteina E, historial de enfarte, doença coronária, diabetes e índice de massa corporal, chegou-se à conclusão de que aqueles que consumiam mais calorias (>2142 kcal até 6000 kcal) tinham o dobro do risco de sofrer de alterações cognitivas.
Uma alimentação racional pode por isso ser preventiva de demência e de situações mais leves como perda de memória.

Comentários:
- Este estudo não mostra que devemos comer pouco, mas sim que devemos escolher bem os nossos alimentos. Uma alimentação que siga os princípios da dieta mediterrânica estará com certeza abaixo dos valores calóricos que este estudo considerou perigosos.
- Uma pequena quantidade dos alimentos errados todos os dias facilmente aumentam o risco de perda de memória já que geralmente para pouco volume são altamente calóricos.

Nota: Imagem retirada daqui.


Dieta mediterranica
Nutrição e Cerebro
Nutrição para a saúde
Publicado por:
Helena Santos
Partilhe

0 Comentários

Inserir Comentário

Entrar




Novo Utilizador?
Recuperar Password