Marcar Consulta
Nutrição Funcional

Blog Nutrição Funcional

Helena Santos
E-621 associado ao excesso de peso
30 Maio 2011

O E-621 é um aditivo alimentar que funciona como intensificador de sabor e se denomina de monoglutamato de sódio.

É muito utilizado pela indústria alimentar e não é difícil encontrá-lo nas listas de ingredientes de MUITOS produtos (caldos de carne/peixe, comida pré-confeccionada, batatas fritas, fiambres de perú/frango, hambúrgueres congelados, patés, amêndoas torradas, ... ).

Pensa-se que este composto interfere no balanço energético através de alteração na acção da leptina e dos centros hipotalâmicos. Um estudo do American Journal of Clinical Nutrition, demonstrou que em cerca de 10 000 indivíduos chineses que foram seguidos em média por 5 anos, o monoglutamato de sódio foi positivamente associado com o excesso de peso.

Estas conclusões foram retiradas depois de se fazerem todos os ajustes necessários para confundidores e a média de ingestão deste composto foi de 2,2g ± 1,6 g/dia. São precisos mais estudos para clarificar mecanismos de acção, mas são cada vez mais as investigações que detectam efeitos prejudiciais deste aditivo.

Comentários:
- A lista de ingredientes é um constituinte obrigatório de todos os rótulos dos produtos alimentares, ou seja, se um alimento tiver monoglutamato de sódio temos forma de o saber (E-621 = monoglutamato de sódio = monossódio glutamato);
- Mas qual é a quantidade deste aditivo que cada produto tem? Não temos forma de o saber porque essa informação não é obrigatória e não nos é fornecida. O que sabemos é que na lista de ingredientes, os ingredientes constam por ordem decrescente (dos que estão e maior quantidade, para os que estão em menos quantidade). Devemos portanto evitar todos os produtos que possuam E-621 e ainda mais aqueles em que o aditivo aparece como um dos primeiros ingredientes.
- Porque sabemos do impacto que estes compostos têm, nomeadamente na nossa capacidade cognitiva, a nossa consulta cérebro  identifica este mesmo ingrediente. Esta consulta foi pensada para todos em que "o cerebro já não é o que era....".

Nota: Imagem retirada daqui


Obesidade
Tóxicos alimentares
Publicado por:
Helena Santos
Partilhe

0 Comentários

Inserir Comentário

Entrar




Novo Utilizador?
Recuperar Password