Marcar Consulta
Nutrição Funcional

Blog Nutrição Funcional

Consumo de uvas reduz consequências da progressão de síndrome metabólico
Gisela Carrilho
Consumo de uvas reduz consequências da progressão de síndrome metabólico
26 Abril 2013

O síndrome metabólico é um conjunto de situações que ocorrem simultaneamente (aumento da pressão arterial; nível de açúcar no sangue, excesso de gordura abdominal; baixo HDL (o colesterol bom) e aumento de triglicéridos no sangue) aumentando significativamente o risco de doença cardíaca, acidente vascular cerebral e diabetes tipo 2.

De acordo com o estudo apresentado esta segunda-feira na conferência Experimental Biology, em Boston, componentes naturais encontrados nas uvas, conhecidos como polifenóis são os responsáveis por reduzir riscos de doenças cardiovasculares.

Os investigadores testaram os efeitos de uma dieta tipo americana (rica em açucares e gordura) enriquecida com uvas e sem uvas (grupo controlo) sobre a coração, fígado, rins e tecido gordo em ratos propensos a desenvolver obesidade. As uvas adicionadas eram uma mistura de variedades vermelhas, verdes e pretas constituindo um liofilizado de uva em pó, integrado na dieta dos animais durante 90 dias.

Os resultados mostraram que três meses de uma dieta enriquecida com uvas reduzem significativamente os marcadores inflamatórios, de forma mais significativa no fígado e no tecido adiposo abdominal e reduziu a gordura abdominal. Além disso aumentou os marcadores de defesa antioxidante, particularmente no fígado e nos rins.

Comentários:
- Como já foi referido as uvas são sem dúvida alimentos que devemos ingerir com frequência pela sua riqueza em polifenóis que nos são muito benéficos. Ajudam pessoas saudáveis a manterem-se saudáveis, mas muitos estudos, como é este exemplo, começam a aparecer, mostrando os benefícios destes alimentos em algumas doenças.


Antioxidantes
Nutrição para a saúde
Publicado por:
Gisela Carrilho
Partilhe

0 Comentários

Inserir Comentário

Entrar




Novo Utilizador?
Recuperar Password