Marcar Consulta
Nutrição Funcional

Blog Nutrição Funcional

Helena Santos
Carne vermelha relacionada com cancro do pâncreas
23 Janeiro 2012
Uma metanálise do British Journal of Cancer analisou vários estudos e chegou a conclusões que não são surpreendentes mas que mais uma vez nos alertam para o perigo das carnes vermelhas processadas (salsichas, bacon, chouriças, fiambre, hamburguers,…). Foram avaliados 11 ensaios e uma amostra total de 6653 pacientes com cancro no pâncreas.

O cancro do pâncreas não é muito comum e a obesidade é um factor que parece ter papel preponderante no agravamento da probabilidade de desenvolvimento. Agora sabe-se também que ultrapassar 50 gramas de carne vermelha processada por dia pode aumentar o risco de desenvolvimento deste carcinoma em 19%. Por cada 100 gramas a mais, o risco aumenta em 38%. Os autores afirmam que são precisos mais estudos mas neste já se nota uma tendência muito forte.

Se imaginarmos que um bife pequeno do tamanho da palma da mão pode ter 100 gramas, percebemos que é muito fácil em duas ou três vezes por semana ultrapassar as quantidades desejáveis. Apesar de pouco comum, o cancro do pâncreas apresenta uma baixa taxa de sobrevivência por isso apostar na prevenção é a melhor solução.

Consumir carnes brancas, ovos, peixes e substitutos como soja e leguminosas, são melhores opções que a carne vermelha.

Nota: Imagem retirada daqui.

Prevenção do cancro
Publicado por:
Helena Santos
Partilhe

0 Comentários

Inserir Comentário

Entrar




Novo Utilizador?
Recuperar Password