Marcar Consulta
Nutrição Funcional

Blog Nutrição Funcional

Helena Santos
Alterações na qualidade da alimentação diminui o risco de mortalidade de sobreviventes de enfarte do miocárdio
15 Outubro 2013

No The Journal of American Medical Association foi publicado um estudo que verificou se havia algum efeito benéfico proveniente de alterações alimentares efetuadas depois de um enfarte do miocárdio. São muitos os sobreviventes de enfartes mas poucos os estudos que verificaram o sucesso das suas mudanças depois do problema.

Foram avaliadas 2258 mulheres e 1840 homens que sobreviveram a enfartes do miocárdio. A sua alimentação foi avaliada através de questionários de frequência alimentar; a qualidade da alimentação foi avaliada com ferramentas apropriadas e foram tidos em conta diversos confundidores.
Em média a esperança de vida após enfarte foi de 8,7 anos.

Os indivíduos que mais melhoraram a sua qualidade alimentar pós-enfarte viram reduzido o risco de mortalidade por causas cardiovasculares e também a mortalidade em geral.

O ideal é que se possa prevenir o enfarte com um estilo de vida saudável, mas fica a noção de que mesmo que já tenha tido um acidente cardiovascular, vai sempre a tempo de mudar e melhorar a qualidade e esperança de vida.


Nutrição na doença
Nutrição para a saúde
Prevenção cardiovascular
Publicado por:
Helena Santos
Partilhe

0 Comentários

Inserir Comentário

Entrar




Novo Utilizador?
Recuperar Password